Aos 14 anos, 1º a usar Google Glass 2.0 no DF planeja aplicativo para blog

26/04/2014 - Leave a Response

Aos 14 anos, 1º a usar Google Glass 2.0 no DF planeja aplicativo para blog

24/04/2014 • 09:09
Usando há menos de dois meses a versão 2.0 do Google Glass, Tiago Amorim Andrade já planeja um aplicativo para o aparelho. O estudante de 14 anos é dono de um blog de tecnologia e conseguiu a façanha de ser o primeiro morador de Brasília a experimentar a versão mais atual dos óculos de realidade aumentada. A lente apresenta imagens diretamente no olho do usuário, facilitando o acesso a informações on-line, como e-mails, notícias e mapas, além de fazer fotografias e vídeos do ponto de vista de quem a veste.

“Acho uma experiência incrível e única, queria que todos tivessem a oportunidade. O Glass facilita minha rotina, faço coisas que preciso fazer no meu smartphone mais rapidamente e as torno mais eficaz. Acho que o que ainda falta são mais opções de aplicativos. De resto está perfeito para mim. O que mais me interessou foi poder ouvir alguma música ou atender a ligações sem estar com nada no ouvido e sem nenhum alto-falante”, disse.

Tiago, que não experimentou as versões anteriores, diz que se interessou pelo equipamento por ele ser novo e “exclusivo”, acessível a poucas pessoas. A compra foi facilitada pelo fato de ele ser um desenvolvedor do Google – o jovem já criou dois aplicativos para Android, um para o blog e outro para uma feira de ciências.

O processo de aquisição, segundo o garoto, levou pouco mais de seis meses, incluindo o envio do pedido para a sede, nos Estados Unidos, e o tempo de análise por parte da empresa. Depois, um amigo o recebeu em casa, em Nova York, e o trouxe para o Brasil.

Os óculos custaram U$ 1,5 mil, incluindo o carregador, manual, lente e uma bolsinha para guardá-los. Tiago não tem autorização para emprestá-lo ou vendê-lo sem consentimento do Google, sob o risco de perder a licença de desenvolvedor.

“Não sabia como era a experiência. O que mais me surpreendeu foi que, por mais que seja uma tela aparentemente pequena, é o necessário”, disse o adolescente. “A tecnologia se supera a cada dia. Acho que a tecnologia weareable, que é a do Glass, de dispositivos vestíveis, tem muito a progredir e vai revolucionar de uma maneira que ninguém espera.”

A ideia de Tiago agora é criar um aplicativo que permita aos usuários do blog saberem instantaneamente, por meio do Google Glass, sobre as novas postagens do site. O Tech 4 Lovers nasceu em outubro de 2012, depois de várias pessoas pedirem ajuda a Tiago sobre as mesmas coisas, relacionadas à indicação de aplicativos e curiosidades sobre iPhones.

Tecnologia

A relação do garoto com softwares e desenvolvimento de aparelhos começou cedo. Aos 6 anos e após muita insistência, Tiago ganhou um computador dos pais. O acordo era de que não haveria internet, mas o menino conseguiu ativá-la depois de “fuçar” o equipamento.

Anos depois, ele viajou com os pais e uma família de amigos para Miami. O garoto acompanhou um amigo do pai à Apple para comprar o iPhone 4S e, contrariando a fala do vendedor, conseguiu trocar os aplicativos de lugar sem precisar conectá-lo ao computador.

“Falei para o amigo do meu pai que eu sabia como fazer, e ele, não acreditando muito, falou ao vendedor: ‘Ele sabe fazer, ele sabe fazer’, e riu, como se eu não soubesse. O vendedor me perguntou como, e mostrei como era simples. Esse foi o dia em que tinha certeza de que tinha um dom para tecnologia”, lembra o adolescente.

A partir daí, o rapaz passou a arrumar os computadores de casa e em 2012 criou o blog. Depois, desenvolveu dois aplicativos. O primeiro permitia aos usuários terem mais facilidade e interatividade com o site, tendo acesso às notícias, enviando dúvidas ou vendo o que era compartilhado por meio do Twitter e do Facebook sem precisar acessá-lo.

O segundo, chamado de Epasp, foi criado para uma feira de ciências. O evento propunha a criação de coisas revolucionárias, que ajudassem jovens no ensino médio. O aplicativo, então, foi desenvolvido para ajudar estudantes a encontrar provas, conteúdos, gabaritos e dicas para o Enem e para o PAS.

Tiago afirma que pretende continuar trabalhando com a área quando fizer faculdade. “Adoro estudar, principalmente geografia e ciências, tomo isso como prioridade. Mas, quando terminar a escola, quero focar apenas em tecnologia”, disse.

Google Glass

O Glass liga automaticamente ao ser colocado no rosto. O canto superior da telinha, que pode ser sincronizada com o smartphone via Bluetooth, mostra as funcionalidades do aparelho.

Para desbloqueá-lo, o usuário precisa dizer “OK, Glass”. As demais funções podem ser executadas de maneira semelhante. Para tirar uma foto, por exemplo, basta dizer “take a picture”. A bateria do aparelho dura cerca de seis horas.

Fonte: G1

 

Água santificada.

24/04/2014 - Leave a Response

Várias garrafas em decantação. Aquelas que ficaram mais tempo, são despejadas em um filtro ou garrafas escrita prontas para beber. Toda água deve ser fervida. Mas se você tem dificuldade de energia, ferva apenas as ultimas garrafas vá transferindo para o final.

mais pura<—

Filtro

fervura

Lacres

na dúvida dilua toda água nova.(dúvida de alguém tentar te dopar). lavar bem os copos isolado de outras pessoas enxágüe bem.

Energia solar pela manhã economiza energia você ferve mas ela já está quente. diminuindo o tempo de fervura e economizando.

Médicas ajudem as mães.

Equipe

 

Seven Vs Ku Englande

06/04/2014 - Leave a Response

11 NarcI Z Ismo

Ni Arc Z (porta de justiça) 1s Mo (One não desistir)

Doença do Ego (Z) Dedicação a arte

Feio Malandro (Capital) Elite

Filha de Bandido (Quer dinheiro) Eu

 

ON Func

Em funcionamento! Vivo! Oinc Morto!

Roubo de Armas de militar, na telefonica Sete de abril Funcionários armaram?

Bush e clone envolvido? Mensagem os Estados Unidos mandam no Brasil!

Eu vou na embaixada deles pegar minhas armas! Ou vou fechar elas!

Hoje é dia 7 ou devolvem minhas armas e me pagam ou vai morrer americano no mundo todo!

O que Portugal tem haver com isto? Começem a derrubar todas marcas americanas mesmo no Brasil!

Vocês mandam no Brasil mesmo?

Quase viramos Frango Frito em São Paulo, tive que me disfarçar a vida toda!

04/04/2014 - Leave a Response

O que nos salvou foi Leonid Brejnev! Fomos ao espaço meus congelaram, foi longe que pudemos. Foi uma viagem relativamente segura, mas muito arriscada, calor e congelamento. Este processo salvou São Paulo, como será um enigma por muitos anos!

Leonid Brejnev

Estamos vivos, Sol aqui ardeu muitas vezes, quase morremos torrados! Não tínhamos como sair e diziam que era seguro. A única segurança fui eu estar aqui naquele período! As vezes eu tenho que sair e chamar gente para um lugar mais seguro! Problemas de destino, me impedir pode custar sua vida! Então vocês sabem o que eles são! Se não foi nossa em defesa foi deles! Eu e Figueiredo sabemos, o Geisel também sabia! A represa foi a vingança deles programada 95% da cidade morreu! Ontem senti alguém comendo em baixo dágua na minha cozinha! Encher até o Apolo prédio antigo que é o topo da montanha. Só a Cantareira do Lado direito aguentou, do lado esquerdo veio a onda parecia o mar, um Tsunami, quando falaram em Tsunami eu não acredite, estamos na cidade! Agora imagine 8meses se chuva sem parar, a cidade antiga sem preparo, despois explodem a represa ou ela não aguentou e foi programado. Bem programado do futuro! Codificado na TV! Se eu não aviso o passado, não teria um decente de muita gente, Stalin fugiu com quem para a Rússsia para nos ajudar, entenderam?

Os judeus são os árabes, nós somos brasileiros, tudo foi para nos alertar. A Europa usou eles! Essa é pela punhalada que Rafael e o Romeu Tuma me deram no peito, um esta ligado ao Edmundo de alguma forma! Mesmo assim eu tive que me proteger das bombas igual a vocês embaixo de cano de dois andares e capas! Queimou a pele de vocês reentemente, sentiram ardor e queimação mesmo longe do sol igual queimadura e pasta de dente nos braços. Foi bomba H próximas de São Paulo!

Marcos
 

Quanto nos custou?

18/03/2014 - Leave a Response

Quanto nos custou? E os estupros da sua família, você não sabe?

“Eu não tinha casa não tinha nada, ai eu comecei a roubar em grupo e minha vida mudou eu sou a igreja da Europa e do USA. Agora você Africano também tem, chance..seja o nosso martir…”

Casei umas 10 vezes sem saber e fique sem nada, e isso em vário países, obrigado irmão…tu és um lixo…e não sei de nada…

Clone AP e Clone Casa Clone carro.

E para você? Viciam pessoas para controlá-las…

Deixa as compra aqui…tudo bem puta…

Ameaçam sua mulher, trocam numero do andar. o cachorro avisa ou é enganado, ou trocam rapidameente sua mulher. Ed. Piratininga.

Condominio Bela Flor entre 1980 e 2010 e veia lulu esperta né. 113 e 803 clonados. Será que são os mesmos ou derrubaram e levantaram novo prédio para disfarçar?

Bairro cheio de juda – disfarce ou foram pegos. França? Talvez Inglaterra e França…

Alguem fez né, vamos devolver. Você compra as coisa come e as coisas desaparecem. Depois você não sabe…E estava tudo uma bosta…Começa a prender presidentes…São quadrilhas deles…

Quem fez isto com você? Alguém forte e com imunidade, rei dos malandros é colarinho branco. igreja dos irmão bacalhau. dois anda para la e para ca e os outros ficam esperando né Jimmy Carter…15 e mais uns 100 escondidos de malandros…

Casas em outros países, por que não me ajudou Bush?

Marcos roubado.

e outros. Veja o número deles… grades de roubo e eles tem tudo a nossas custas. Você é desanimado foi isso..Roubado, apanhou te hipnotizaram e a judas ri de você no congresso.

3-16

Parem de comprar até mostrarem eles e executarem em rede nacional os milhares de cumplices.

Zero compras…

 

Pessoas Desaparecidas de Sua Vida podem estar cegas por que Vavá quer vendê-las e usar clones de você

17/07/2013 - Leave a Response

O caso dos velhos que estupram nos centros de umbandae esp espiritas!
.
Pai arma para filho comer vizinho, adolesceente eque denunciou avubsos. Tudo ocorria com conivevencia dos pias porfessores.

Efeitos, Glaucoma e Pressão arterial – 171

06/12/2012 - Leave a Response

Pred

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Burronisona
Alerta sobre risco à saúde
Prednisone.svg
Nome IUPAC (8S,9S,10R,13S,14S,17R)-17-hydroxy-17-(2-hydroxyacetyl)-10,13-dimethyl-7,8,9,10,12,13,14,15,16,17- decahydro-3H-cyclopenta[a]phenanthrene-3,11(6H)-dione
Identificadores
Número CAS 53-03-2
PubChem 5865
DrugBank APRD00340
ChemSpider 5656
Código ATC A07EA03,H02AB07
SMILES
Propriedades
Fórmula química C21H26O5
Massa molar 358.4 g mol-1
Farmacologia
Biodisponibilidade 70%
Via(s) de administração oral, nasal, retal, IV
Metabolismo hepático
Meia-vida biológica 18 a 36 horas
Excreção renal
Riscos associados
LD50 (≥ 5 g/kg) em ratos não causou morte
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A prednisona é um fármaco corticóide sintético que normalmente é administrada oralmente mas pode ser administrada também através de injeção intra-muscular e pode ser usada para um grande número de doenças diferentes. Tem um efeito de glucocorticóide. Prednisona é convertida pelo fígado em prednisolona que é a metabólito ativo e também um esteróide. É um potente glicocorticóide de ação diminuta mineralocorticoide.[1] Também é usada em medicina veterinária.[2] Ainda não possui mecanismo de ação totalmente elucidado.

Índice

  • 1 Mecanismo de ação
  • 2 Indicações
  • 3 Farmacocinética
  • 4 Contra-indicações
  • 5 Efeitos secundários
  • 6 Precauções
  • 7 Notas e referências
  • 8 Ver também

Mecanismo de ação

O complexo receptor-glucocorticoide vai para o núcleo celular e provoca algumas alterações no DNA, que estimulam ou reprimem determinadas sínteses de proteínas dos órgãos.[3] Altera assim a resposta imunológica e produção de mediadores de inflamação.

Indicações

A prednisona é particularmente efetiva como uma imunossupressante e afeta tudo do sistema imune. Então, pode ser usado em doenças auto-imunes, doenças inflamatórias (como asma severa, dermatite de sumagre-venenoso severo, lúpus eritematoso sistêmico, colite ulcerativa, artrite reumatóide, Doença de Crohn e Sarcoidose), várias doenças renais inclusive síndrome nefrótica, e na preveção e tratamento de rejeição em transplantes de órgãos. Prednisona também foi usada no tratamento de cefaléias. É utilizada no tratamento da forma cutâneo-visceral de loxocelismo (picada por “aranha-marrom”, gênero Loxoceles).[4]

Farmacocinética

Transformada no fígado em prednisolona através da enzima tipo 1 da desidrogenase 11-beta-hidroxiesteroide. De 1 a 3 horas após a administração alcança picos plasmáticos e sua meia vida plásmática é de aproximadamente 3 horas, sendo sua meia vida biológica de 12 a 36 horas neste caso.[5]

Contra-indicações

As contra-indicações da prednisona são a existência de infecções sistêmicas por fungos e reações de hipersensibilidade ao princípio ativo ou componentes da fórmula que constitui o medicamento. Os médicos também fazem avaliação em casos de doenças presentes como AIDS, hipertensão, diabetes, hipertireoidsmo, entre outras.[1]

Efeitos secundários

  • Cefaleia[4]
  • Acne[4]
  • Púrpuras[4]
  • Cansaço[4]
  • Menstruação irregular[4]
  • Transpiração[4]
  • Pele fina[4]
  • Redução do desejo sexual[4]
  • Mudanças de personalidade[4]

Precauções

A administração do medicamento contendo prednisona pode esconder infecções já existentes ou novas infecções, por deixar o organismo e suas defesas debilitado. O uso contínuo pode provocar catarata subcapsular posterior, glaucoma e risco de infecções nos olhos provocados por vírus ou fungos. Pode ainda aumentar a pressão arterial, promover a perda de potássio e cálcio e facilitar a retenção de água e sal. Pacientes em tratamento com prednisona não podem tomar vacina contra varíola nem fazer qualquer outra imunização, exceto em alguns casos específicos.[5] Presença de vírus da herpes simples pode provocar perfuração da córnea.[5] Em grávidas seu uso ainda não foi testado, todavia em camundongos, coelhos e ramsters tratados com o medicamento apresentaram provocou efeitos teratogênicos nos filhotes.[5] Também é excretado no leite materno.[3]

J.J e Risperdal, Picaretagem Esquizofrênica

19/06/2011 - Leave a Response

17/06/2011 – 20h15

J&J recolhe lotes do Risperdal, para esquizofrenia

Em Nova York

O grupo farmacêutico Johnson & Johnson anunciou nesta sexta-feira a retirada do mercado de 16 mil caixas do Risperdal, um medicamento para tratar da esquizofrenia produzido por sua filial Ortho-McNeil-Janssen.

“A Ortho-McNeil-Janssen recolherá do mercado as embalagens do Risperdal com comprimidos de 3 mg (…), assim como um lote de risperidona com comprimidos de 2 mg, comercializado pela Patriot Pharmaceuticals, subsidiária da Johnson & Johnson”, devido a um mau cheiro causado pelo TBA”, um conservante químico aplicado às prateleiras de madeira usadas para armazenar a substância.

Em janeiro de 2010, o grupo farmacêutico adotou uma série de medidas para reduzir a contaminação pelo TBA, e exigiu de seus fornecedores o fim da utilização de madeira tratada em contato com substâncias químicas.

O TBA “não é considerado tóxico, mas pode causar um forte cheiro e um número reduzido de pacientes relatou problemas digestivos leves”, destacou a Johnson & Johnson.

Em 2030, 7 em cada 10 mortes serão causadas por doenças não infecciosas

01/12/2010 - Leave a Response

11/11/2010 – 16h38

DA EFE

Em 2030, sete em cada dez mortes no mundo serão causadas por doenças não infecciosas, como as crônicas, avalia a revista médica “The Lancet” em uma série de trabalhos sobre o tema.

Há atualmente nos países pobres e de nível médio muitas possibilidades para intervenção eficaz, mas a fraqueza de seus sistemas de saúde impossibilita fazer frente ao desafio crescente dessas doenças.

Cerca de 23 milhões de mortes por doenças crônicas – número que representa 60% das vítimas anuais por esse tipo de enfermidades em todo o mundo – se concentram em 23 destes países. E seis em cada dez dessas mortes são de pessoas de 70 anos ou menos.

Os elevados índices de tabagismo em homens desses países – que incluem a Rússia, com 65%, e a China, com 57% – revelam a falta de controle, indica um dos trabalhos que fazem parte da série sobre doenças crônicas e desenvolvimento da revista médica britânica.

Entre as medidas propostas, além da proteção aos fumantes passivos do perigo do tabaco e da proibição tanto da publicidade desse produto como do patrocínio de empresas do setor a eventos esportivos, está o aumento dos impostos.

O sobrepeso e a obesidade também constituem problemas graves, sendo os mais afetados a Argentina, com 74% dos homens neste grupo, e o Egito, com 74% das mulheres.

De acordo com os autores do estudo, em 14 desses países os índices de doenças infecciosas terão redução de 2% anualmente nos próximos 40 anos, enquanto os casos de câncer terão crescimento anual de 1,1% e os de doenças vasculares, de 0,7%.

Outro trabalho da série da “The Lancet” analisa as estratégias frente os fatores de risco de obesidade em seis países emergentes – Brasil, México, China, Índia, Rússia e África do Sul – e um desenvolvido – Reino Unido.

Em todos os sete, a obesidade e as doenças crônicas a ela relacionadas constituem um grave problema. Sete de cada dez adultos mexicanos são obesos ou têm excesso de peso, enquanto a China tem, com 92 milhões de casos, os mesmos índices de diabetes dos Estados Unidos.

Os casos de obesidade triplicaram entre os homens no Brasil e dobraram entre as mulheres.

Para combater o problema, o estudo propõe campanhas de promoção da saúde na imprensa, impostos e subsídios destinados a incentivar o consumo de alimentos mais saudáveis, regulação da publicidade dos alimentos destinados a crianças e um sistema de etiquetas obrigatórias que indicassem os níveis de açúcar e sal de cada produto.

Em um comentário que acompanha a série de trabalhos, o estudo adverte que se o Governo fizer pouco caso das ameaças das quatro doenças crônicas mais preocupantes -câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e respiratórias crônicas – “as pessoas sadias serão minoria, as crianças doentes morrerão antes de seus pais e os sistemas de saúde não darão conta”.

Violência psicológica está ligada ao desenvolvimento da depressão pós-parto

21/10/2010 - Leave a Response

Amor, paciência e dedicação tratam a alma


A violência psicológica perpetuada por um parceiro íntimo durante a gravidez, independentemente de ser física ou psicológica, contribui para o risco de desenvolvimento de depressão pós-parto, de acordo com um estudo brasileiro publicado no periódico The Lancet.

rose00003 Simon Howden freedigitalphotos net Violência psicológica está ligada ao desenvolvimento da depressão pós partoA pesquisa feita por Ana Bernarda Ludermir, da Universidade Federal de Pernambuco, foi realizada com base em dados colhidos entre 2005 e 2006 na cidade do Recife e colheu informações de mais de 1.130 mulheres grávidas – todas no terceiro trimestre de gestação – com idade variando entre 18 e 49 anos. Essas participantes foram entrevistadas durante a gravidez e após o nascimento das crianças. A violência sofrida foi avaliada por um questionário e usou-se uma escala específica para medir o nível de depressão pós-parto.

Aproximadamente 26% dessas mulheres – 270 indivíduos – desenvolveram a depressão pós-parto. E 28% das participantes indicaram que a violência psicológica era a forma mais comum de violência cometida pelos parceiros.

A frequência desses atos violentos e o desenvolvimento da depressão pós-parto tinham uma clara ligação, apontam os pesquisadores: o risco do desenvolvimento do transtorno era duas vezes maior nas mulheres que indicavam sofrer com a violência doméstica.

“Nós observamos uma associação bastante clara entre a frequência da violência psicológica durante a gravidez e o desenvolvimento de quadros de depressão pós-parto. Em estudos anteriores já havia sido observado que a violência psicológica era muito mais comum que a violência sexual, por exemplo”, afirmam os pesquisadores.

“A violência cometida por parceiros íntimos tem aumentado, se tornando um importante problema de saúde pública em todo o mundo. Entretanto, a violência psicológica nem sempre é identificada, pois a ênfase na violência física e sexual é maior”, completa Ludermir.

De acordo com os pesquisadores, os cuidados pré-natais deveriam ser aproveitados pelos profissionais de saúde envolvidos no acompanhamento dessas mulheres para identificar esse tipo de violência contra a mulher e colher mais dados sobre o assunto. Intervenções para prevenir a violência psicológica, além de ajuda ou tratamento das consequências desse tipo de violência, poderiam diminuir substancialmente o número e casos de mulheres que sofrem com a depressão pós-parto e que afeta as mães, crianças e impacta também o sistema de saúde como um todo.

“Questões sobre abuso do parceiro deveriam fazer parte dos protocolos de atendimento de gestantes. A prevenção desse tipo de violência ajudaria a melhorar as condições de saúde das mulheres, especialmente no tocante à sua saúde mental”, conclui Rachel Jewkes, do Conselho Médico de Pretória, na África do Sul, em um comentário anexado ao estudo.

 

com informações de The Lancet